Um fundo para fotografias – diy

Muitos nos têm dito que gostam das nossas fotografias no blog, e sugerem que devemos ter uma máquina fotográfica excelente. Sim, temos uma boa máquina mas, sobretudo, o que fazemos é dispender bastante tempo a criar a imagem que queremos.
Para fazer justiça às nossas obras, não basta tirar-lhes uma fotografia com uma boa máquina e pronto. É preciso criar uma estética, produzir o ambiente, escolher o melhor ângulo, estudar a luz, aguardar a melhor hora do dia,… tirar uma centena de fotografias para escolher a melhor,… enfim, ocupar bastante tempo nessa tarefa.

Não, aqui não há nenhum fotógrafo nem especialista em fotografia, por isso não vamos entrar em detalhes sobre como tirar boas fotografias. Hoje, apenas queremos partilhar um diy – algo que já não fazemos há algum tempo 🙂 – que vos pode ajudar como solução para um fundo de fotografia bem original.

Existem imensas soluções para fundos (cartolinas lisas, coloridas, texturas, padronizadas, tecidos rudes, rústicos, glamorosos, com pelo,…) mas nós precisávamos de um fundo liso, bem esticadinho e com alguma textura. Queríamos um  fundo discreto mas com algum caráter. Queríamos um fundo branco, mas não completamente. O que queríamos, não estávamos a ver onde arranjar…
Lembrámo-nos, então, de pintar o fundo que imaginámos, em tela. E resultou tão bem que aqui estamos a partilhar a ideia!

Fundo para fotografias

Comprámos duas telas (não precisam ser de grande qualidade nem muito caras), uma para a base e outra para o fundo e duas bisnagas grandes de tinta acrílica (também das mais baratas), uma preta e uma branca (mas pode ser uma mais escura e outra mais clara ou até duas tintas bem coloridas, ao vosso gosto).
Para pintar usámos uma trincha, que pode ser velha e áspera por forma a marcar melhor as pinceladas. Primeiro, pintámos toda a tela com a tinta preta e deixámos secar. Em seguida, bem seca ao toque, pintámos por cima com a tinta branca, permitindo que numas zonas ficasse mais densa e noutras mais transparente e, noutras até, com falhas. As pinceladas foram dadas em todos os sentidos para marcar a textura.
Nunca diluímos a tinta em água, para que se mantivesse pastosa, caso contrário não resulta. E, atenção, tinta de parede não serve, pois é demasiado líquida. Tintas demasiado líquidas tendem a tapar por completo a textura e, o que se pretende é fazer sobressair a textura, tanto da tela como das pinceladas da camada anterior.

Pintadas as telas, tínhamos o fundo que pretendíamos. Depois, foi só organizar os objetos no fundo branco mas não tanto, liso mas com textura, branco mas com caráter. 😉

Numa das telas, a que está deitada no chão (na foto acima), ainda pincelámos um pouco de acrílico beje muito claro, para lhe dar mais uma nuance.
E este é o resultado da sessão fotográfica que se seguiu:

Quando não estão a ser utilizadas para fotografar, as telas podem ser encostadas em qualquer canto e servir de decoração, como estas.

Esperamos que tenham gostado deste diy e que esta solução vos venha a ser muito útil.
Beijos e abraços aqui da maltinha e bom trabalho!

Carlota

1Comentário
  • Emilia Nazareth
    Publicado às 22:05h, 11 Abril Responder

    Bela ideia! Obrigada pela dica!

Publique um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.