“É desta que vou arrumar a minha vida e tornar a nossa casa e atelier locais de serenidade e inspiração!”
Assim começava este blog, no dia 3 de janeiro de 2016. E assim tem sido desde esse dia: arranjamos, construímos, melhoramos, substituímos, destralhamos e organizamos. Destralhar foi mesmo a palavra de ordem de 2017. E o que nós destralhámos… e continuamos a fazê-lo! Algumas divisões da nossa casa estão muito mais bonitas, arrumadas, serenas e inspiradoras. Outras, para lá caminham. O atelier teve algumas melhorias mas precisa de uma grande volta! Aliás, aproveito para partilhar que gostávamos muito que O PROJETO de 2018 fosse a remodelação completa do atelier. Ia ser o máximo! Temos milhões de ideias para este espaço… mas precisamos de parcerias… e isso é que é mais difícil de conseguir. Já contactámos algumas das nossas marcas favoritas mas não será fácil conseguir um conjunto que faça deste um projeto mesmo especial e interessante para quem nos segue. Por isso, enquanto isso, só podemos ir tentando a nossa sorte! Se vos interessar ajudar, basta partilharem a nossa página nas redes sociais, arranjar-nos mais seguidores, comentar bastante os nossos artigos, aqui, no facebook e no Instagram.

Quem já sentia falta de uma boa dica de organização? Eu. 😀
Nos últimos dias tenho estado a preparar o workshop “Organizar a Casa para Organizar a Vida”, que vai acontecer em Lisboa, na Red Apple, no próximo dia 4 de março, e, com medo de esquecer de algo que pode ser importante – algo que já assimilei na minha vida e que já faz parte das nossas rotinas – fui buscar o meu caderno de apontamentos do curso que fiz com a Priscila Sabóia (sim, que aqui a vossa amiga tem diploma de Personal Organizer!). E ainda bem que o fiz pois, na realidade, há pequenos hábitos de organização que adquirimos nesta casa, que vejo agora como foram importantes… e como pareciam ser tão estupidamente insignificantes. É o caso da arrumação dos copos. Como é que eu andei anos – ANOS! – a remexer os copos todos sempre que queria um certo e determinado copo específico que ficava no fundo do armário. Como? – pergunto-me eu agora!

As temperaturas já começaram a descer e parece que para a semana já temos chuva. Está na hora de nova volta aos roupeiros – descartar o que já não serve, já não usamos ou está estragado ou velho, lavar e arrumar o que não se adequa à estação e recuperar o que vamos querer usar nos próximos tempos. Este fim de semana, no Forum Coimbra, os nossos workshops vão dedicar-se à roupa. Pais e filhos vão aprender dobras básicas e levar para casa algumas dicas de como manter um roupeiro funcional. Podemos já adiantar algumas:

Trabalhos, trabalhos, trabalhos,… acerca dos tantos trabalhos, obras de arte, dos nossos filhos…
No outro dia concluímos mais uma das 52 tarefas deste ano. Não, o panorama não está bonito! Praticamente no último trimestre do ano e tanto ainda nos falta fazer para atingirmos o objetivo a que nos propusemos… bolas!
Bom, o que é certo é que a parede de cortiça do quarto da Cá já está arranjada. O inverno passado, devido a uma bátega de água louca que se abateu sobre a casa, tivemos uma inundação no quarto da nossa miúda. A água escorria pela parede quase em cascata e conseguiu estragar todo o nosso trabalhinho da parede de cortiça. Deixámos que o verão secasse tudo muito bem, e lá voltámos a refazer a parede. A Cá está de novo feliz e contente com os seus trabalhos expostos.