Quadros na parede, bem visíveis aos olhos de todos, para escrever listas de tarefas, fazer o planeamento semanal ou mensal, colocar horários e calendários, são imprescindíveis para uma boa organização de equipa, seja familiar ou profissional. Nós somos adeptos desta forma de “estar em sintonia”. Em casa, temos um grande quadro preto e, no atelier, sempre tivemos um daqueles quadros brancos de escritório. Eficiente, mas pouco engraçado.
Como certamente saberão, há uns meses mudámos o nosso local de trabalho para um novo espaço e também aqui precisámos do dito “quadro branco”. No entanto, a miúda desta casa fazia questão de um quadro mais interessante… mais leve… mais bonito… além disso, a parede disponível para colocá-lo é uma parede de pladur, que aguenta muito pouco peso. Tínhamos que optar por um objeto mais leve e, claro, num material que desse para escrever e apagar (de preferência, a seco).
Achámos, então, a solução ideal: um quadro em acrílico e estamos muito contentes com o resultado (ou, pelo menos, a miúda está :-b )! Podia ser de vidro, mais barato, mas é muito mais pesado.

Nunca temos tempo para nada… os dias são curtos, passados no trabalho, pouco estamos em casa, pouco estamos com a família e ainda menos connosco mesmos.
Há dias apeteceu-me um bom banho de imersão, calmo, relaxante, hidratante. Não é frequente desejar banhos de imersão. Também não é frequente ter muito tempo para isso. Não ligo muito a sais de banho, a máscaras faciais, a sabonetes especiais ou a óleos…
… mas, no outro dia, apetecia-me isso tudo.